Cursos Online‎ > ‎

Entrevista de domingo: Futuro dos bancos está nos apps

postado em 2 de jun de 2013 06:32 por Rodrigo Neves
“Como as pessoas estão trocando o computador pelo smartphone, temos que embarcar de cabeça nesta tendência”, diz vice-presidente de tecnologia do BB. São Paulo - Geraldo Dezena, vice-presidente de tecnologia do Banco do Brasil, é um entusiasta de tecnologia: gosta de testar todo tipo de dispositivo eletrônico e sempre se inteirar das tendências do mercado de TI. Faz isso por hobby e por motivos profissionais: ao entender o que as pessoas usam, ele, em conjunto com a equipe de TI do banco, desenvolve novos serviços e tecnologias. 


        E foi por essa curiosidade que ele descobriu que os apps devem revolucionar os serviços bancários nos próximos anos. “Como as pessoas estão trocando o computador pelo smartphone, temos que embarcar de cabeça nesta tendência para reduzir custos e facilitar a vida das pessoas”, diz.
        Em entrevista a INFO, Dezena explica a importância dos serviços em dispositivos móveis para o banco e, ainda, como a instituição está mudando para oferecer cada vez mais serviços para tablets e smartphones. 
        Como o banco vê a área de aplicações móveis? Smartphones e tablets são os grandes dispositivos eletrônicos do momento. Grande parte dos consumidores prefere um smartphone ou tablet a um PC novinho quando vão comprar um novo gadget. Não podemos ignorar isso e fugir dessa tendência. Portanto, nossa obrigação é criar e oferecer o máximo de serviços móveis e apostar nos apps. Até porque a TI do banco sabe que o futuro do internet banking está na tela desses dispositivos. 

Para saber mais, acesse o link 

Comments