Recados Gerais‎ > ‎

Morre Wilson Choeri, presidente da FEUC

postado em 13 de ago de 2013 18:41 por Rodrigo Neves   [ 13 de ago de 2013 18:42 atualizado‎(s)‎ ]

Um de seus fundadores, o professor estava há 22 anos à frente da instituição. Morreu na manhã desta terça-feira, aos 87 anos, o professor Wilson Choeri, presidente da Fundação Educacional Unificada Campograndense (FEUC). Seu corpo está sendo velado no Espaço Cultural do Colégio Pedro II, em São Cristóvão. O velório se estenderá até amanhã, quarta-feira, às 12h. Em seguida haverá uma cerimônia restrita à família, depois da qual o corpo será cremado.


Wilson Choeri, presidente da FEUC, durante Aula Inaugural, em março passado (Foto: Gian Cornachini)


Na nossa história, desde o começo

Uma das mais importantes personalidades ligadas à história da Fundação Educacional Unificada Campograndense (FEUC), Wilson Choeri fez parte do grupo que, em 1965, emprestou seus currículos e prestígio para transformar a então Sociedade Universitária Campograndense (SUC) em fundação, e assim garantir o seu futuro como uma instituição de ensino verdadeiramente comprometida com a comunidade.

Choeri foi eleito presidente da instituição pela primeira vez em 1991, e desde então reeleito sucessivas vezes: em dezembro do ano passado foi mais uma vez confirmado no cargo pelos instituidores, iniciando então o seu oitavo mandato no comando da FEUC.

Formado em Ciências Sociais e Estatística, foi professor da UERJ de 1963 (quando ela ainda se chamava UEG – Universidade do Estado da Guanabara) até o começo dos anos 90, e diretor geral do Colégio Pedro II entre 1994 e 2008. Em sua página pessoal no Facebook, o primeiro reitor eleito do Colégio Pedro II, Oscar Halac (ainda não foi nomeado para o cargo pelo MEC), comentou a morte do professor Choeri: “Nesta madrugada nos deixou, momentaneamente, a figura mais polêmica do Colégio Pedro II nas últimas décadas. Amado por muitos, contestado por outros, mas acima de tudo respeitado por suas posições e intelectualidade. Esteve diuturnamente a serviço da UERJ e do Colégio Pedro II mesmo em detrimento de sua vida pessoal. Lamentava-se por isto, mas uma força maior o impelia em direção às realizações que por certo ficarão por várias próximas gerações”.

Na FEUC, ânimo e disposição para conduzir a instituição eram sua marca

E aqui não foi diferente: segundo o superintendente da FEUC, professor Durval Neves da Silva, a dedicação e o amor de Wilson Choeri estão para sempre marcados na história da instituição, à qual ele continuava comparecendo duas vezes dor semana, apesar da idade avançada, com disposição suficiente para inteirar-se dos assuntos cotidianos e sempre contribuir com uma boa análise, propostas de solução e palavras de incentivo nos momentos difíceis. “Todos nos sentimos extremamente consternados com a perda deste grande educador, que foi um dos maiores esteios desta Fundação, sempre nos contagiando com seu ânimo e entusiasmo pelo trabalho bem realizado”, disse o superintendente.

A FEUC disponibilizará um ônibus para levar funcionários nesta quarta-feira ao velório do professor Wilson Choeri, no Colégio Pedro II, em São Cristóvão. O veículo sairá às 8h. O expediente na instituição foi suspenso nesta quarta-feira, e apenas a creche funcionará.


Revista FEUC em Foco
Contato: emfoco@feuc.br
Link do artigo aqui.


Comments