Recados Gerais‎ > ‎

Problemas já estão sendo resolvidos

postado em 12 de mar de 2013 19:24 por Rodrigo Neves   [ 27 de mar de 2013 12:52 atualizado‎(s)‎ ]
Pedagogia e Bacharelado em Sistemas de Informação foram os dois únicos cursos das FIC que não conseguiram sair do conceito 2 no CPC, apesar de progredir em vários aspectos com relação à avaliação de 2008. Ambos tiveram resultado ruim no Enade de 2011, o que pesou. “Esperávamos no mínimo a mesma nota do exame anterior, que foi 3” – disse a coordenadora de Pedagogia, professora Maria Lícia Torres – “vimos que o problema principal se deu com o questionário socioeconômico, que é longo, e muitos alunos não preencheram completamente”. Rodrigo Neves, vice-coordenador de Computação, admite a falha: “Deveríamos ter trabalhado mais a conscientização do aluno sobre o questionário. Faremos isso para o próximo Enade”.

Rodrigo: Laboratório de Redes traz melhoria para Bacharelado em Sistema de Informação (Foto: Gian Cornachini)

O preenchimento do questionário, de fato, é problemático, como explica o coordenador da CPA, professor Valdemar Silva: “São mais de 100 questões para responder on line. Além de paciência, é preciso muita atenção, pois algumas perguntas dão margem a interpretações erradas”, analisa. Uma das soluções adotadas por professores foi a de discutir o questionário com os alunos e convidá-los a preencher em grupo, nos laboratórios de informática. “Precisamos generalizar isso”, conclui Valdemar.

Quanto a outras deficiências identificadas, o coordenador da CPA informa que a instituição já começou a corrigi-las e enviou ao MEC um primeiro relatório a respeito. Entre elas estão a revisão do projeto pedagógico de ambos os cursos, a implantação do Programa de Iniciação Científica e, mais especificamente para BSI, elevação do número de docentes com dedicação parcial e integral, recomposição do Núcleo Docente Estruturante (professores que apoiam a coordenação no desenvolvimento de projetos) e melhoria na infraestrutura do curso, como a criação de um Laboratório de Redes.


Leia o texto Completo da Revista FEUC Em Foco.

Comments